Capital Inicial 4.0 | Um legado musical a se respeitar

É muito notória a relevância que a banda Capital Inicial tem no cenário musical brasileiro. Liderada pelo vocalista Dinho Ouro Preto, nessas quatro décadas de carreira eles lançaram vários discos com dezenas de “hits” e conquistaram fãs espalhados pelo Brasil inteiro, consagrando-os como uma das principais e mais importantes bandas de Rock do país.

Capital Inicial 4.0

E, para comemorar essa trajetória longeva da banda, o Capital Inicial lançou seu mais novo CD e DVD 4.0. Passando por toda a história, o show conta com canções de toda trajetória da banda, incluindo lado A e B de seus discos. Além de algumas participações especiais – que vão de nomes já consagrados até novos músicos do nosso cenário musical – o show acaba sendo uma grande homenagem ao legado da banda e uma celebração a toda importância que o Capital Inicial tem nas memórias das pessoas. 

Com uma ideia visualmente mais elegante, ao mesmo tempo com novos e sofisticados arranjos em suas canções. O show acaba sendo um casamento perfeito nesses dois aspectos, entregando um espetáculo grandioso de muito Rock n´ Roll, mesmo que as guitarras não estejam tão presentes como de costume nos outros shows da banda. 

Logo, os músicos acertaram e muito nessa decisão, pois Dinho, Alvin L. e companhia sempre trouxeram ótimas letras nas canções da banda. E, ter essa possibilidade ao lado da maturidade para “brincar” nos arranjos, proporcionou um destaque ainda maior na voz do vocalista e das participações especiais, enriquecendo as músicas e toda a sonoridade da banda. 

Participações especiais do Capital Inicial 4.0 

Capital Inicial 4.0
Capital Inicial 4.0

Bem, o show conta com convidados de diferentes gerações de músicos brasileiros. Os artistas presentes são Samuel Rosa, Pitty, Ana Gabriela, Marina Sena, Vitor Kley e Carlinhos Brown. Sendo muito bem escolhidos não só os músicos, mas também as canções designadas a cada um, elas ganharam novos significados e um novo olhar sobre a obra da banda.

Dando destaque em algumas canções, Fogo, interpretada pela talentosíssima Ana Gabriela, ouso dizer que é a melhor do álbum. Pois, com uma voz doce e delicada, a cantora traz uma originalidade na música que condiz claramente com a letra e melodia da canção. 

Veja o vídeo abaixo:

Além de um belo complemento à voz grave de Dinho Ouro Preto, a música acaba sendo um dos pontos altos do show e um deleite para os ouvidos dos fãs da banda. 

Da mesma forma, Vitor Kley propõe algo parecido com a da cantora. Sendo cantado por ele, um dos maiores “hits” da banda, Primeiros Erros, também ganha um certo requinte nessa versão. 

Samuel Rosa traz um pouco mais de alegria e energia a canção Tudo que Vai. Sendo um dos grandes sucessos do famoso Acústico MTV, o som, que ficou durante muito tempo de fora do repertório da banda, hoje volta em grande estilo e com um convidado muito mais que especial. 

Em outro grande sucesso vindo do Acústico MTV, Marina Sena, dá voz a Natasha. A canção se tornou um baita sucesso na época, sendo até hoje uma das mais ouvidas pelos fãs. E, convidá-la para cantar e personificar a menina de cabelo verde e tatuagem no pescoço acabou sendo uma das escolhas mais legais do projeto.

No mais, Capital Inicial 4.0 é, acima de tudo, uma baita homenagem ao legado gigantesco da banda. Com a maioria dos clássicos e algumas canções menos populares de sua discografia, o show é lindíssimo, empolgante e muito vivo, como é de fato o DNA do Capital Inicial. Onde passa-se os anos, os músicos mostram-se estarem cada vez mais jovem e cheios de vida para desfrutar.  

Leia também:

Crítica | Bios. Vidas que marcaram a sua: Titãs – A Metamorfose Sonora

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Lucas Almeida
Lucas Almeida
Artigos: 273
Se inscrever
Notificar de
guest
4 Comentários
Mais velho
Mais novo Mais votado
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

[…] Capital Inicial 4.0 | Um legado musical a se respeitar […]

[…] Capital Inicial 4.0 | Um legado musical a se respeitar […]

[…] Capital Inicial 4.0 | Um legado musical a se respeitar […]

[…] Capital Inicial 4.0 | Um legado musical a se respeitar […]