Review | ‘Detention’ – um jogo de terror taiwanês

Feche os olhos e torça para que os mortos passem sem perceber você

Com a derrota da China em 1895 na Primeira Guerra Sino-Japonesa,Taiwan se tornou uma colônia do Japão – sendo governada, assim, pelos próximos 50 anos. Com o maior conflito entre nações, Taiwan era parte das potências e era assim sujeita a fortes bombardeios e ataques marítimos que só cessaram em 1945, com a derrota dos japoneses na Segunda Guerra Mundial. A partir de então, Taiwan passou a ser território da China. E é aí que a história de Detention começa.

'Detention' - um jogo de terror taiwanês
Não tenha medo

Desenvolvido pela Red Candle Games e lançado em 2017, Detention se passa em um mundo fictício na Taiwan da década de 1960, sob a lei marcial. Trata-se de um jogo narrativo de terror atmosférico que incorpora elementos da Ásia Oriental. Taoismo, budismo, mitologia chinesa… o jogo se inspira nas referências culturais de Taiwan para contar uma história única e assustadora.

É um jogo de terror diferente, graças ao uso inteligente que faz de seu cenário histórico. Ele gradualmente se transforma em um pesadelo psicológico e somos forçados a reviver os eventos traumáticos do passado dos personagens.

O jogo é forte o bastante para apresentar as informações necessárias, mesmo quando não é bem claro o que é real e o que é imaginário. A obra se preocupa com a história e a política que representa, mas as usa como andaime em torno de um pesadelo pessoal.

Uma ótima gameplay

A personagem principal do jogo sendo assombrada por um dos espíritos
Não respire

Os quebra-cabeças são em sua maioria lógicos, embora a própria lógica do jogo seja um pouco distorcida. Existem espíritos, mas o confronto com eles leva à morte, ou algo muito parecido. A falha é tratada com elegância, como um breve interlúdio que fornece dicas sobre o erro que você cometeu, entregue em uma cena que se encaixa perfeitamente no mundo do jogo.

Não é o tipo de história de terror que se estende para aterrorizar e assustar. Por trás dos fantasmas e do sangue coagulado, há um tipo melancólico de pavor. Somos confrontados com o horror de estar em uma situação impossível, de tomar decisões terríveis, de não ver como melhorar a sua sorte e, inadvertidamente, piorar tudo ainda mais.

Detention apresenta um conto muito íntimo e introspectivo de opressão, mostrando como às vezes nosso ambiente nos molda e dita nossos atos contra nossa própria vontade e desejos. Não é o jogo de terror mais aterrorizante que você vai jogar, mas é uma peça excepcional de narrativa.

Leia também:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Riuler Luciano
Riuler Luciano

Jornalista Cultural, Analista de Inbound Marketing e Branding, cresceu lendo quadrinhos dos X-MEN é amante de Cultura Pop e Pequi!

Artigos: 380
Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais velho
Mais novo Mais votado
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

[…] Review | ‘Detention’ – um jogo de terror taiwanês […]