A cantora e compositora vencedora do Grammy, Corinne Bailey Rae lança Black Rainbows

Corinne Bailey Rae lança Black Rainbows, inspirado nas suas experiências trancedentais no Story Island Arts Bank em Chicago.

Abordando uma ampla variedade de temas, os assuntos de Black Rainbows são inspirados em encontros com objetos no Stony Island Arts Bank, uma coleção curada de arquivos negros que incluem livros, esculturas, discos, móveis e objetos problemáticos do passado dos Estados Unidos. Desde as igrejas esculpidas em pedra da Etiópia até as jornadas dos pioneiros negros em direção ao oeste, desde Miss New York Transit 1957 até como o pôr do sol aparece da janela de Harriet Jacobs, Black Rainbows explora a feminilidade negra, magia, espaço interior/espaço exterior, colapso temporal, ancestrais e música como um veículo para a transcendência.

Inspirado por sua experiência transcendente no Stony Island Arts Bank em Chicago, o projeto marca uma nova direção para a artista. Ela observa: “Eu sabia quando passei por aquelas portas que minha vida tinha mudado para sempre.”

Corinne Bailey Rae

Os singles “New York Transit Queen” e “Peach Velvet Sky” foram lançados com aclamação da crítica antes do álbum. Sobre a justaposição das faixas, Bailey Rae explica: “A efervescência alegre do grupo feminino em “New York City Transit Queen” – com palmas e vocais alegres – contrasta com a simplicidade da balada de piano em “Peach Velvet Sky”.”

Para celebrar o novo projeto, Bailey Rae levará seu show ao vivo para cidades selecionadas nos Estados Unidos neste outono, incluindo o Schwarzman Center da Universidade de Yale, o Museu Nacional de Jazz de Harlem em Nova York, e a Capela Memorial Rockefeller da Universidade de Chicago. Além disso, Corinne fará uma aparição no 35º Annual Chinati Weekend em Marfa, TX

SOBRE CORINNE BAILEY RAE

 A cantora, compositora e musicista inglesa Corinne Bailey Rae chegou ao estrelato com seu álbum de estreia autointitulado nº 1    do Reino Unido em 2006, com os sucessos globais “Put Your Records On” e “Like A Star”. Ao longo de sua carreira, ela lançou três álbuns de estúdio aclamados pela crítica – Corinne Bailey Rae, The Sea e The Heart Speaks in Whispers – e ganhou dois prêmios Grammy, dois MOBOS e foi indicada a vários prêmios, incluindo o BRIT Awards, o Mercury Music Prize e o BET Awards. Seu trabalho para o cinema e a televisão inclui o tema de Lucky Man (SKY1) de Stan Lee, “The Scientist” para o título de abertura e a trilha sonora de Fifty Shades Darker da Universal Pictures, que alcançou as paradas mundiais e, em 2020, sua música “New to Me” foi apresentada no filme The High Note por Tracee Ellis Ross. Bailey Rae colaborou com uma grande variedade de artistas, incluindo Mary J. Blige, Al Green, Herbie Hancock, KING, Paul McCartney, Kele Okereke (Bloc Party), Preservation Hall Jazz Band, Questlove, Salaam Rami, RZA, Tyler The Creator, Paul Weller, Richard Hawley, Stevie Wonder, Tracey Thorn, Pharrell, Logic, Mick Jenkins e muitos outros.

Continue lendo:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Luna | A Patroa da Redação
Luna | A Patroa da Redação

Já pensou em começar a valorizar o Jornalismo Cultural Independente hoje?

Artigos: 1341
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários