Need for Speed volta a ser desenvolvido pelos criadores de Burnout

Após oito anos e alguns jogos não muito bons, a gigante EA (Eletronic Arts) decidiu retirar a franquia das mãos da Ghost Games e deixar a Criterion Games desenvolver o próximo Need for Speed (NFS).


“Com uma forte história e paixão pelos jogos de corrida e visão do que podemos criar, a equipe da Criterion vai fazer levar o NFS para a próxima geração.” Foi o anuncio da EA para o site Gamesindustry.biz.


Mas quais NFS foram desenvolvidos pela Ghost Games? Eu ajudo a memória de vocês. Nos últimos anos foram quatro jogos da série:


Em 2013 foi lançado Need for Speed Rivals.

Carros do jogo Need for Speed rivals
(fonte: EA.com)

Já em 2015 a Ghost Games fez um reboot da série em Need for Speed.

(fonte: EA.com)

Em 2017 foi a vez de Need for Speed Payback que foi, infelizmente, o jogo que menos agradou os fãs, mas ainda foi melhor que o NFS ProStreet.

carro vermelho modelo gtr
(fonte: EA.com)

E por último, porém não menos importante, Need for Speed Heat. Considerado ofoi o melhor jogo da franquia pelas mãos da Ghost Games. Ele foi lançado em 2019.

carro de corrida amarelo em perseguição
(fonte: EA.com)

Com isso a EA resolveu colocar o próximo jogo nas mãos da Criterion Games, responsáveis por criar a franquia Burnout, a Criterion Games também foi a desenvolvedora de dois NFS, o NFS Hot Pursuit e NFS Most Wanted. Além de estar dando suporte no desenvolvimento junto a EADICE em Star Wars Battlefront, Battlefront II e Battlefield V.

Carro de corrida e da policia
Need for Speed: Most Wanted lançado em 2012 pela Criterion Games
(fonte: EA.com)

Quais foram os motivos da mudança?

EA alega que um dos principais motivos para a troca de estúdio foi a localização:

“A Ghost Game nos ajudou a criar uma grande experiência aos nossos jogadores. Constantemente entregando jogos AAA*, significa que precisamos de uma equipe com talentos diversos onde possamos constantemente dar suporte e trazer novos membros a equipe. Mesmo com nossos esforços por anos em estabelecer um grupo de desenvolvimento independente em Gothenburg, foi claro que o talento que precisamos para manter um estúdio AAA não é viável la. A Criterion teremos a constante liderança que precisamos para continuar criando e entregando novas experiências nos novos jogos da franquia NFS.” Explicou EA.


*Nota do Hilário: AAA (ou triple A) é um termo utilizado para a classificação jogos com orçamentos gigantescos e produção maior ainda, seria como chamar NFS de um “blockbuster”. – Fim da nota

Mesmo assim, muitos membros da Ghost Games vão ser incorporados em diferentes projetos, inclusive dentro da Criterion Games. Agora se transformando em um centro de suporte de desenvolvimento de jogos para vários projetos da EA, a Ghost Games voltando a ser parte da EA Gothenburg.

Além da saída de Alex Ward e Fiona Sperry em 2014, a Criterion não é mais a mesma equipe que criou Most Wanted. Agora só podemos esperar um novo Need for Speed, que será o primeiro para a tão aguardada nova geração de consoles. Eu não sei vocês, mas eu estou ansioso.


Aproveite também e compre pela Amazon os jogos que foram indicados. Dê aquela moral pra gente comprando pelos nossos links!

Se você gostou do nosso conteúdo, te convido a ler nossos outros textos e ouvir o nosso podcast. Nesta semana comentamos sobre o anime ONE PUNCH MAN!


E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Pedro Hilário
Pedro Hilário

Nerd, gamer, amante de HQs, filmes de terror, colecionador de CDs de bandas que ninguém conhece, barman e Streamer. Prazer, eu sou Hilário.

Artigos: 819
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários