The Hieroglyphics Initiative e a importância do jogo Assassin’s Creed Origins para o projeto

Ubisoft e Google se juntam para esse incrível projeto que pode reconstruir textos quebrados e indecifráveis.

A iniciativa Hieróglifos Ubisoft se juntou com a Gloogle Artes e Cultura em 2017 com o objetivo de criar um tradutor de Hieróglifos anteriormente no Museu Britânico. Eneste mês de Julho foi postada uma atualização importante sobre o projeto.

Ele tem como foco explorar a possibilidade de utilizar as máquinas para aprender os algoritmos e traduzir as logografias do Antigo Egito. Os principais colaboradores são: Academia de Ciências e Humanidades em Berlin-Brandenburg, Universidade de Harvard, Universidade de Québec em Montreal, Universidade Macquarie e incontáveis egiptólogos ao redor do mundo.

hieroglifosprojeto initiative otageek

A Ubisoft emitiu a seguinte declaração:

“Nós começamos esse projeto como uma forma de agradecer a todos os acadêmicos que nos ajudaram a fazer o jogo Assassin’s Creed Origins tão realista e por nos ajudar a desenvolver o popular Discovery Tour”.

O modo Discovery Tour foi implementado depois de muitos pedidos vindo de acadêmicos e estudiosos ao redor do mundo, sugerindo que a Ubisoft poderia criar um modo “Tour” interativo e informativo dentro do jogo.

O primeiro hieróglifo decifrado foi datado na Dinastia II, algo entre 2.800 A.C. e 2.650 A.C.. Todavia, após a abolição dos templos pagãos no século 5 antes de Cristo, o que sabemos sobre hieróglifos foi desaparecendo. Um grande avanço foi feito em meados de 1820 D.C., com a ajuda da pedra Rosetta.

O Software

O programa deixa o usuário fazer upload de imagens de hieróglifos e combinar com diferentes possibilidades de interpretação, as quais vão atravessar os séculos dentro do banco de dados.

iniatiative heroglifos otageek

“Você pode utilizar o aplicativo para selecionar hieróglifos propositalmente, como um emoji para hieróglifos, traduzindo-os. É sério, vale a pena conferir isso.” Doutor Alex Woods,do Centro Australiano de Egiptologia, também disse:

Distinguir o material textual, que até agora apenas era possível ver nos livros escritos à mão, vai revolucionar completamente como os egipitologistas trabalham.

Com esse aplicativo, temos a expectativa de decifrar uma imensa quantidade de material muito mais rápido. O Google espera que, com a contribuição de pessoas ao redor do mundo, eles consigam fazer uma base de dados maior para o aplicativo com o AutoML. Entenda:

E você, já parou pra pensar em como um jogo está gerando tanto estudo e ainda juntou duas grandes empresas com o único objetivo de desvendar mais sobre o Egito Antigo e seus hieróglifos? O universo dos jogos pode ir muito além do que apenas uma diversão, e a franquia Assassin’s Creed tem um estudo muito grande em cada cenário que eles criam: cada detalhe, criação das roupas, falas, armas… tudo tem um estudo e um cuidado que vale a pena perceber.

Saiba mais sobre esta iniciativa no site deles, clicando AQUI.


Aproveite também e compre pela Amazon o Assassin’s Creed Origins. Dê aquela moral pra gente comprando pelos nossos links!

Se você gostou do nosso conteúdo, te convido a ler nossos outros textos e ouvir o nosso podcast. Nesta semana comentamos sobre a franquia de jogos THE LAST OF US!


E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos nas redes sociais e acompanhe nosso podcast nos links abaixo:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Pedro Hilário
Pedro Hilário

Nerd, gamer, amante de HQs, filmes de terror, colecionador de CDs de bandas que ninguém conhece, barman e Streamer. Prazer, eu sou Hilário.

Artigos: 1025
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários