Crítica | Temporada 45 de Survivor traz nostalgia para ‘nova era’

Apesar de um começo difícil, com destaque para participantes que pareciam não querer estar ali, a 45ª temporada de Survivor trouxe movimentações mais intensas e surpreendentes, além de momentos nostálgicos.
survivor 45 otageek

Depois de 44 temporadas, Survivor continua firme e forte no canal de televisão estadunidense CBS. Com um formato consolidado, há 23 anos no ar, o reality show ganhou suas versões em países como Austrália, África da Sul, Nova Zelândia, Reino Unido e Brasil, ganhando no nosso país uma reformulação e um novo nome, No Limite.

A competição, apresentada por Jeff Probst, tem a premissa de colocar um grupo de participantes, divididos em duas tribos, em uma ilha deserta, com recursos limitados de comida e água. Os participantes são então obrigados a sobreviver nessas condições, participando ao longo do episódio de provas de recompensa e provas de imunidade, concedida a toda tribo ganhadora, sendo um membro da tribo perdedora eliminado por votação de seus próprios companheiros.

survivor otageek

Análise da 45ª temporada – Contém spoilers

Depois de uma temporada carregada pelo carisma do trio Carson, Carolyn e Yam Yam, ainda faltava para Survivor um gameplay mais intenso e surpreendente. Em sua 45ª edição, isso se fez presente, com mais eliminações inesperadas e momentos nostálgicos, como a volta da prova do leilão.

Mas, apesar disso, o começo do programa não parecia tão promissor. Logo na primeira semana, acompanhamos uma desistência durante o Conselho Tribal (votação para eliminar um dos participantes). E nas próximas, a sorte continuou distante da tribo Lulu, que perdeu todas as provas de imunidade. 

cast season 45 otageek

Diante das adversidades, algo surpreendente aconteceu. Na tribo Lulu, o jovem Kaleb Gebrewold se aproximou de Emily Flippen, dando dicas de convivência para que ela melhorasse sua interação com seus companheiros. E a analista de investimentos não só seguiu os conselhos, como o alertou de uma tentativa de blindside (votação que pega o eliminado de surpresa) vinda de sua aliada Sabiyah Broderick. Assim, os dois se tornaram duas das figuras mais interessantes de toda a temporada.

Enquanto isso, na tribo Belo não haviam muitas movimentações, apenas uma rivalidade entre homens e mulheres, com Kellie Nalbandian e Brando Meyer se colocando como “agentes livres” entre as duas alianças. Já na tribo Reba, surgia a promissora aliança entre Austin Li Coon, Drew Basile, Dee Valladares e Julie Alley. Mas nem a mudança de tribos evitou a eliminação de um dos membros da antiga Lulu, com Sean Edwards desistindo do programa no meio da votação, se tornando o quarto eliminado.

Mesmo com a desistência, esse foi um dos Conselhos Tribais mais interessantes, por mostrar como as meninas da antiga tribo Reba estavam inicialmente interessadas em eliminar o seu companheiro Sifu Alsup, com Dee mantendo o seu voto no proprietário de academia. Apesar da jogada, a jovem empreendedora saiu ilesa, com J. Maya assumindo a culpa pelo voto em Sifu.

Com Emily criando uma aliança com Austin e Drew durante a mudança de tribos, a analista de finanças foi melhorando bastante a sua posição no jogo. Entretanto, o jeito comunicativo e simpático de Kaleb fez dele um grande alvo na sexta votação, garantindo mais uma semana no programa ao usar o seu “Tiro no Escuro” – papel que pode estar escrito “salvo” ou “não salvo”, mas que faz o jogador perder o seu voto. Confiando em sua sorte, ele conseguiu anular os votos de todos os demais participantes, que eliminaram J.Maya em uma nova votação. 

kaleb shot in the dark otageek

Apesar desta ter sido a primeira vez que o “Tiro no Escuro” foi usado com sucesso, Kaleb foi eliminado na próxima votação em que participou. Nos Conselhos Tribais seguintes, vimos os membros da antiga tribo Belo perderem a sua vantagem por falta de estratégia, perdendo três dos seus cinco membros em sequência, durante a Merge, parte da temporada onde as tribos são desfeitas e as provas passam a ser individuais.

Durante o Top 7, a aliança dos quatro membros da antiga tribo Reba passou a ter rachaduras, com Austin e Drew percebendo em Julie uma grande ameaça para o prêmio de 1 milhão de dólares. Junto de Emily, Katurah Topps e Jake O’Kane, os dois planejaram enganar a “mãe” da temporada. O desafio era não deixar ela saber. Mas como Austin não resistia ao charme de Dee, maior aliada de Julie no jogo, a procuradora estadual usou o Amuleto de Imunidade (que ganhou de Austin semanas atrás) para se salvar, eliminando Emily com apenas um voto.

Com toda certeza, Emily seria uma das grandes apostas a  ganhar a temporada caso chegasse na final. De alvo fácil no início da temporada a uma participante ativa em grandes jogadas, a analista de finanças conquistou o público com a sua evolução e, com a ajuda da edição, seus depoimentos durante cada episódio fizeram dela a grande narradora do programa.

survivor emily otageek

Desde o sexto episódio, já dava para imaginar que a 45ª vencedora de Survivor seria uma mulher, com dois nomes liderando as apostas. Com a eliminação de Emily, tudo pareceu ainda mais previsível, apontando para a vitória de Dee. Mesmo ela tendo um jogo social brilhante, boas estratégias e dominando os desafios físicos, parecia que ela não tinha nenhum competidor à altura ali. Todos sabiam de seu nível de ameaça, mas mesmo assim passou ilesa durante as votações.

A única exceção foi durante o top5, quando Jake, em sua última esperança por uma boa jogada, falou para Katurah, sua antiga companheira da tribo Belo, para ambos votarem em Dee. Tudo daria certo se ele tivesse comentado com a participante que iria usar o seu Amuleto de Imunidade nela. Como inteligência era algo escasso entre os antigos membros da tribo Belo, a advogada foi responsável pela eliminação de Julie (que poderia levar o prêmio caso Dee fosse eliminada).

Apesar de uma final previsível, com Austin, Jake e Dee disputando o prêmio através do voto do júri (formado pelos últimos oito eliminados), foi muito boa de se acompanhar. Momentos como Austin descobrindo que sua crush Dee havia de fato contado o seu plano de eliminar Julie para sua amiga, e o comentário de Emily dizendo para Dee não gastar um centavo do prêmio com Austin, me fizeram cair em gargalhadas. 

Mesmo vencendo por 5 votos a 3, Dee se mostrou uma das vencedoras mais dominantes da franquia, sendo a melhor ganhadora da “nova era” de Survivor. Mas comparada à vencedoras anteriores, como Kim Spradlin (Survivor: One World, temporada 24) e Parvati Shallow (Survivor: Micronesia – Fans Versus Favorites, temporada 16), o seu jogo não foi tão perfeito assim.

dee winner survivor 45 otageek

Por fim, dá pra dizer que a 45ª temporada de Survivor foi alívio para os fãs de boas jogadas e bom entretenimento. Mesmo sem grandes barracos, houveram brigas interessantes, momentos memoráveis e romance (tá, essa parte ninguém pediu). Com o retorno do clássico Leilão, onde os participantes disputaram a compra de pratos de comida dando lances em moedas, pudemos lembrar até da prova em que participantes comiam olho de cabra no brasileiro No Limite, quando Austin mandou para dentro um olho de peixe. Dessa forma, a edição se consagrou como a melhor da nova fase do programa, deixando dicas de um caminho a ser seguido nas próximas temporadas. 

A “nova era” de Survivor

Ao longo dos anos, Survivor passou por algumas modificações. Além de ter uma rotatividade entre as ilhas escolhidas como locação (incluindo duas brasileiras, nas temporadas 6 e 18), a produção do programa adicionava ou removia novas dinâmicas de jogo, como a troca de tribos, a adição de itens de vantagem e desvantagem, uma parte da ilha onde eliminados ficariam confinados e tentariam voltar ao jogo, entre outros. Depois de uma temporada especial, a 40, que reuniu 20 vencedores anteriores, o reality entrou em uma nova fase.

Se na temporada 40, “Winners at War”, já era grande a diferença entre as estratégias dos vencedores de edições mais antigas em comparação com aquelas dos mais recentes, nas temporadas seguintes muitos dos novos competidores eram grandes fãs do programa. Depois da pandemia e de uma edição tão cheia de vantagens, desvantagens e reviravoltas, os anos seguintes seriam mais “clean”.

survivor 40 otageek

Na temporada 41, responsável por mostrar como seria essa nova fase, ficou um pouco abaixo do esperado. Mesmo com alguns bons momentos, foi eliminando seus jogadores mais estrategistas no meio do jogo, deixando uma final morna e uma vencedora pouco memorável. Deu até para esquecer da reviravolta da ampulheta, que apareceu pela primeira vez nesta edição.

Nas duas edições seguintes, nada muito surpreendente aconteceu, tirando o vencedor da temporada 43, que conseguiu desagradar a maior parte dos fãs do programa. Já em sua 44ª edição, Survivor trouxe participantes bastante carismáticos, que conquistaram a torcida do público. Mesmo sem grandes blindsides, a amizade e o humor fizeram com que Carson Garrett, Carolyn Wiger e Yan Yan Arocho se tornassem personagens de destaque na temporada, consagrando o último como grande vencedor.

Leia também:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Erick Gomes
Erick Gomes

Jornalista e produtor audiovisual, apaixonado por cinema, cultura e por histórias de pessoas.

Artigos: 58
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários