Bilbao Surf Film Festival tem filme brasileiro na seleção Oficial

Presence aborda o aspecto espiritual do surfe

O curta-metragem Presence, das diretoras brasileiras Luiza de Andrade e Bia Vilela – conhecidas no mercado audiovisual pelo nome Figas – integrará a Seleção Oficial do Bilbao Surf Film Festival, que acontece entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março em Bilbao, no País Basco, Espanha. Além do circuito de filmes, o festival conta com competição de fotos, exposições, palestras e mesas de debate sobre a indústria do surfe e audiovisual.

“Ficamos muito felizes com a Seleção Oficial no Bilbao Surf Film Festival! A escolha representa não apenas um momento de orgulho para nós, mas também uma oportunidade de impactar positivamente a vida de indivíduos que possam se identificar com a história retratada. Acreditamos que o poder do surfe como ferramenta de superação e transformação pessoal é algo que merece ser compartilhado e celebrado e estamos muito gratas por poder fazer parte disso”, afirma a dupla de diretoras.

Presence explora a jornada de Thati Braun, surfista amadora que busca no mar aprendizados para lidar com suas crises de ansiedade. Enquanto muitos brasileiros se apaixonaram pelo surfe assistindo a geração de ídolos no circuito mundial, que ficou conhecida como Brazilian Storm, outros encontraram no surf um estilo de vida e uma conexão espiritual com o mundo que habitamos.

“O oceano é um grande professor, que nos ensina a respeitar o seu tempo e ritmo. É uma grandiosidade sobre a qual não temos nenhum controle, como muitas situações da vida. Espero que o filme inspire outras pessoas que estão na jornada pelo bem estar a encontrar no surf uma conexão espiritual e uma ferramenta para lidar com dificuldades”, conta Thati.

Para a diretora Luiza de Andrade, o surf pode ser uma terapia para quem enfrenta a ansiedade, condição que se torna cada vez mais frequente com as jornadas de trabalho contemporâneas. “A ansiedade é uma epidemia silenciosa da contemporaneidade e a Thati já esteve neste lugar. Ver o efeito do surf em seu bem estar foi uma experiência reveladora sobre o potencial deste esporte em nos conectar com a natureza e com nós mesmos. A concentração que o surf exige para ler os sinais do mar proporciona uma disciplina muito íntima, um atalho para a serenidade que precisamos tanto atualmente”, explica a diretora.

“Nesta altura da vida, já tivemos experiência para entender que a vida é cíclica. Num dia estamos no topo, outro dia estamos no fundo, num azul profundo e incógnito, também conhecido como ansiedade, depressão, melancolia. É importante reconhecer que se trata de apenas uma fase para ter força para voltar para a superfície, respirar e se recuperar para a próxima jornada, a próxima onda. “O novo sempre vem”, isso é o que há de mais bonito no surf e na vida”, disse a diretora Bia Vilela.

SOBRE A UNTITLED

Untitled é uma produtora audiovisual premiada que tem como seus principais pilares a identidade e a diversidade de pensamento. Criada em 2019 por Karin Nantes e Mário Peixoto, integra o quadro de produtoras do grupo PAPAKI.

Com um rol diverso de diretores de alto nível, a Untitled conta com perfis distintos de criação e habilidades. O objetivo é abrir cada vez mais caminhos por onde construir experiências imagéticas e sensoriais com padrão de produção internacional.

Untitled é publicidade, conteúdo, arte e hibridismo em toda a sua intensidade.

Continue lendo:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Pedro Hilário
Pedro Hilário

Nerd, gamer, amante de HQs, filmes de terror, colecionador de CDs de bandas que ninguém conhece, barman e Streamer. Prazer, eu sou Hilário.

Artigos: 1014
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários