Conheça Wayne – a série que não tem nada a ver com o Batman9 minutos

Wayne é uma série do YouTube Originals com uma temporada que estreou em janeiro de 2019, dos mesmos criadores e escritores de Deadpool. Pouco divulgada aqui no Brasil, é um diamante bruto em meio a todos os conteúdos que podem ser encontrados no YouTube. Misturando gêneros, violenta e engraçada, vamos lhe falar o porquê de você precisar conhecer Wayne.

Tudo começa com Wayne (Mark McKenna, de Sing Street e One of Us is Lying), um garoto marginalizado, bruto e com forte senso de justiça, que mora com o pai com câncer. O pai de Wayne conta ao filho sobre um carro valioso que tinha comprado. Porém, quando a mãe do garoto fugiu com outro cara, levou o carro junto. E para piorar tudo, todo ano o pai de Wayne recebe uma foto do carro ao lado dos novos donos, apenas por provocação.

Foto do carro roubado do pai de Wayne - Conheça Wayne - a série que não tem nada a ver com o Batman - Otageek
Além de roubar, ainda fica mandando foto. É f#da, hein!

Assim, quando o pai do rapaz morre, Wayne vê uma oportunidade: ele pega a moto que o pai tinha, chama sua crush da escola e, juntos, eles decidem atravessar o país para ir em busca do carro roubado que deveria ser seu por direito.

Como apresentar um personagem

A primeira coisa que já vale a pena na série é ver como o protagonista nos é apresentado. Sendo um garoto muito calado, não é através de diálogos que conhecemos Wayne. Não é nem mesmo através do menino, e sim através das reações das pessoas ao seu redor.

Wayne na diretoria, expulsando os alunos - Conheça Wayne - a série que não tem nada a ver com o Batman - Otageek
“Esse louco vai até a minha casa…”

Seja o melhor amigo, o diretor da escola ou apenas pessoas que o veem diariamente, a forma como eles reagem a Wayne, junto a uma trilha sonora certeira, deixa claro quem está diante de nós.

Wayne é violento. Com um forte senso de justiça, escolhe resolver todos os problemas, os seus e os alheios, com socos e sangue, tocando o terror em sua vizinhança. E apesar disso, sabemos desde o início que ele é uma pessoa com um grande coração. Por isso, sempre estamos do seu lado quando ele está quebrando a cara de alguém.

Pense numa surra bem dada.

Violência que dá gosto de ver

Com um protagonista desse, é claro que a série teria sua cota de violência. E Wayne não tem medo de sujar as telas. Ele mostra sangue, feridas e machucados bem às claras sempre que possível. Provavelmente, não há um episódio no qual não vejamos alguém pintado de vermelho.

Del ensanguentada no ginásio - Conheça Wayne - a série que não tem nada a ver com o Batman - Otageek
Del, a Estranha.

Alguns estilos de luta aparecem no decorrer dos episódios, mas o que prevalece é o do protagonista, que luta em freestyle. Wayne não é um cara grande ou musculoso e também não teve aulas de luta nem nada do gênero. Por isso, sempre tem o auxílio do que estiver mais fácil, seja um trompete, uma corrente, uma pistola de pregos ou o martelo que carrega para cima e para baixo.

Wayne segurando uma corrente ensanguentada - Conheça Wayne - a série que não tem nada a ver com o Batman - Otageek
Nas mãos certas, tudo é uma arma.

E devido ao seu senso de justiça, é sempre muito satisfatório ver Wayne brigando, pois sempre é contra alguém que merecia apanhar.

Entretanto, Wayne continua sendo um adolescente e não está protegido pelo poder do protagonismo. Assim sendo, ele fica o tempo todo acabado e destruído por enfrentar oponentes mais fortes, o que só nos faz gostar mais do personagem.

Assista no volume máximo

Para completar a obra, a trilha sonora ocupa um papel importante. Ela sempre indica a sensação que as cenas querem passar, ajudando na introdução dos personagens e também a aumentar as emoções nas cenas de ação.

Além disso, como temos um protagonista de poucas palavras, outra função da trilha sonora é passar para os espectadores o que Wayne está sentindo.

E ela faz tudo isso com um rock n’ roll, na maioria das vezes, bem pesado, mas suavizando sempre que necessário. Por isso, a melhor maneira de assistir Wayne é no volume máximo.

Misturando gêneros

A série também não se contenta em apresentar apenas um gênero. A caracterização mais óbvia é ação, pois todo o enredo, as lutas e as fugas apontam para isso. Mas Wayne possui também um pezinho na investigação policial, presente na dupla de personagens Sargento Geller (Stephen Kearin) e policial Jay (James Earl).

Fora isso, a série também é uma comédia, não apenas com personagens de alívio cômico, mas com arcos engraçados, sendo, em sua maior parte, sarcástica e irônica. E, por fim, temos a porcentagem de aventura.

A cada cidade, um obstáculo.

A aventura entra quando vemos o modo pelo qual a série é dividida. Temos o objetivo principal, que é recuperar o carro, mas ao longo do caminho, para cumprir esse objetivo, os personagens encontram pequenas “missões” em cada episódio.

Assim, em cada missão, eles se encontram em um novo lugar, onde conhecem pessoas novas e precisam passar por obstáculos específicos para, no episódio seguinte, passarem para a nova missão. E tudo colabora para a realização do objetivo final.

Não é só de Wayne que sobrevive Wayne

E para colaborar com o senso de aventura, temos a divisão dos personagens em duplas ou trios, o que nos deixa empolgados, esperando pelo momento onde todos irão se encontrar. E cada dupla tem seu toque especial, que faz com que nenhuma delas seja sem graça ou entediante.

Temos os protagonistas, Wayne e Del (Ciara Bravo, de Big Time Rush); a dupla de policiais Geller e Jay; o diretor Cole (Mike O’Malley, de Glee) e o melhor amigo Orlando (Joshua J. Williams) e, por fim, o pai de Del, Bobby (Dean Winters, de Brooklyn Nine-Nine), e os gêmeos Teddy (Jamie Champagne) e Carl (Jon Champagne).

E pode parecer que sejam muitos personagens para pouca série, mas Wayne encontra uma ótima maneira para construir e dar espaço a cada um deles. Assim, todos os personagens são complexos e humanizados. A série faz isso através de conversas e flashbacks quando é mais necessário.

No fim, parece que você viu vários episódios sobre cada um deles, mas foram apenas 10 episódios de 35 minutos cada.

O fim, o futuro e as referências

Algumas cenas de Wayne nos fazem lembrar de filmes de ação dos anos 80, mas são muito bem encaixadas no contexto presente. Em especial, temos a história passada de um dos personagens, que é revelada no penúltimo episódio. Mas sem spoilers por aqui.

E mais um motivo para te convencer a assistir Wayne é seu final, que empolga e intriga.

Wayne acorrentado - Conheça Wayne - a série que não tem nada a ver com o Batman - Otageek
Putz, e agora?

Wayne havia sido comprada da YouTube Originals pela Amazon, que deixou no ar a possibilidade de uma segunda temporada. Mas, por enquanto, aqui no Brasil, a série continua disponível no YouTube, onde você pode ver o primeiro episódio gratuitamente.

Então, não há desculpas para conferir essa série e começar a pedir pela segunda temporada nas redes sociais assim que terminar de maratonar.

Continue Lendo:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Nathalia Mendes
Artigos: 71
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários