Crítica | Eastward5 minutos

Vale a pena jogar Eastward? Confira um pouco sobre esse belíssimo jogo.

Com inspiração em Zelda e outros clássicos de ação e aventura, Eastward entrega um enredo maravilhoso e uma gameplay divertida e desafiadora.

Arte do jogo Eastward, com a Sam e personagens em volta
Arte de Eastward.

Vamos falar de Eastward

Desenvolvido pelo estúdio Pixpil e distribuído pela Chucklefish, o jogo é um RPG de ação e aventura que se passa em um mundo pós-apocalíptico. Nesse mundo, a sociedade está entrando em colapso e as pessoas vivem no subsolo, com medo da superfície.

Na Terra em colapso você controla John, um misterioso escavador, o qual encontra e adota uma misteriosa garota de cabelos brancos, a pequena Sam. No controle dessa dupla, você deve guiar e proteger Sam, enquanto ela explora ruínas e masmorras e se depara com diversos monstros e pessoas bem “exóticas”.

E o melhor de tudo é que essa aventura é toda feita em um belíssimo pixel art, com referências às clássicas animações japonesas dos anos 90.

Eastward game, John e Sam
John e Sam em Eastward.

Gameplay

Um dos grandes pontos positivos do jogo é sua gameplay divertida e também desafiadora. Em um primeiro momento, todo o sistema parece ser simples e fácil. Mas não se engane, pois a dificuldade vai aumentando com base em sua exploração: quanto mais você avança em Eastward, mais difícil o jogo se torna, apresentando inimigos mais complexos e puzzles que vão gastar um pouco de seu tempo e paciência.

Puzzle em Eastward
Puzzle presente no jogo.

A mecânica do jogo é dividida entre os personagens: John é o responsável por lutar, usar bombas e outros equipamentos para derrotar chefes e abrir caminhos, enquanto a pequena Sam consegue paralisar inimigos e resolver quebra-cabeças dentro dos mapas.

O combate é simples e o sistema de ataque não possui mistérios: você precisa atacar, esquivar e observar os pontos fracos e o ritmo do ataque de alguns inimigos. Os mais complexos são os chefões, os quais exigem mecânicas diferentes, como usar itens do mapa ou o próprio mapa como vantagem.

Inimigos presentes nos mapas de Eastward, moscas gigantes
Alguns dos inimigos presentes nas áreas do jogo.

E como em todo bom RPG de ação e exploração, você precisa explorar todas as áreas para conseguir recursos e assim avançar. Ao explorar, é possível encontrar baús do tesouro com recursos úteis para avançar no mapa, enfrentar os monstros ou aumentar sua vida com corações, no maior estilo Zelda.

Obtendo chaves no mapa em Eastward
Encontrando chaves pelo mapa.

Arte e trilha sonora

O jogo é todo feito em pixel art, mesclado ao estilo das clássicas animações japonesas da década de 90. É uma verdadeira obra de arte, rica em detalhes e efeitos de se encher os olhos. Em alguns momentos, o jogo faz a união de elementos em pixel art com 3D, o que funciona muito bem dentro de Eastward.

Cada área é única e com detalhes muito bem feitos, e tal atenção com a beleza dos detalhes vai dos menores itens, como o amontoado de sal, aos maiores chefões. O jogo é um prato cheio para aqueles que adoram um visual retro e pixel art! E tudo isso fica melhor junto à trilha sonora, a qual consegue te empolgar durante as batalhas e exploração, mas também pode te fazer chorar em alguns momentos mais melancólicos.

John e Sam em diversos mapas no jogo
John e Sam em alguns mapas.

Vale a pena jogar Eastward?

SIM! Vale muito a pena! Principalmente se você for fã de jogos top-down e RPG’s de ação e exploração. O jogo consegue entregar muita diversão, junto a um enredo interessante e diversos personagens ricos e cativantes em um mundo colapsado, mas ainda muito rico e belo.

Eastward está disponível para PC, Mac e Nintendo Switch.

Confira um pouco mais no trailer abaixo:

Confira também:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Norman
Escrevo sobre animes, jogos, séries farofa e jogo uns joguinhos aí na Twitch. Criador de conteúdo verificado pela miHoYo
Artigos: 219
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários