Crítica | Star Wars Visions: T0-B1 – Uma história adorável e rápida3 minutos

Voltado para um público infantil, o sexto episódio conquista pelo charme, apesar da pressa para terminar.

O sexto episódio de Star Wars Visions, T0-B1, é praticamente um curta comprimido em menos de 20 minutos sobre um pequeno droide que quer ser um jedi. O episódio tem muito charme, apesar de uma história muito corrida e simples.

Na história, temos T0-B1 e seu criador tentando trazer vida para um planeta desértico. T0-B1, que tem o nome claramente como uma homenagem a Obi-wan, devido à pronúncia, sonha em ser um jedi e viver algo além do seu trabalho científico.

Um curta apressado, mas com seu charme

Diferentemente dos outros episódios de Visions, T0-B1 é focado em trazer uma história mais voltada ao público infantil, sendo cheio de pequenos momentos calmos e charmosos, com cores suaves e traços mais arredondados nos personagens.

A história começa em um ritmo calmo, aproveitando a narrativa e explorando a vida do pequeno robô e seu mestre, trazendo elementos comuns em narrativas coming of age. Mas da metade do episódio para frente, o ritmo é drasticamente alterado para que a história consiga chegar à sua conclusão.

Apresentação do robô T0-B1 em Star Wars Vision

Essa mudança acaba por incomodar, pois apenas causa a sensação de que precisavam terminar a história de uma vez e sem construir para isso. O que talvez não tenha sido a melhor escolha, já que isso atrapalha o aproveitamento da narrativa.

A batalha final é com certeza muito rápida e imprevisível para se ter um aproveitamento no quesito de conclusão da história. Apesar disso, ainda entretêm pela incrível animação e estilo.

O Robô Jedi

Similarmente ao episódio The Twins, T0-B1 tem uma narrativa mais focada em trazer referências do que em ser algo inovador na história, como “The Ninth Jedi” ou “The Elder”. Logo nas primeiras cenas, é possível ver as inspirações de astro-boy e megaman nos designs de personagens e desenvolvimento narrativo.

Leia também:

Apesar do caminho da história ser algo previsível, T0-B1 entrega uma ideia interessante, com itens da mitologia de Star Wars envolvendo os cristais Kyber e a própria força. Os paralelos da jornada do personagem para conseguir trazer vida ao planeta e achar a força dentro de si são bem construídos e satisfatórios, mesmo com a pressa da conclusão.

Crítica Star Wars: Vision

Outro ponto de inovação é a visão sobre a jornada de um jedi, que acaba diferente das outras. E isso ocorre não por ele ser um robô, mas por sua jornada final não ser sobre ser um guerreiro, e sim sobre focar na vida e em ajudar.

Conclusão

O episódio é extremamente charmoso, apesar de frustrar com a velocidade na reta final para concluir a história. Com arte diferente e foco em entreter um público infantil, T0-B1 é mais uma proposta interessante para Star Wars Visions. Não esqueça de conferir Star Wars Visions, que será lançada amanhã, dia 22, no Disney+.

Assista ao trailer:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Pedro Agnelo Camargo Goes
Estudante de semiótica, apaixonado por séries, filmes e games e tudo que envolve cultura. Sempre aberto pra filosofar sobre aleatoriedades do dia a dia
Artigos: 31
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários