‘Os Ausentes’ | Coletiva de Imprensa sobre a primeira série brasileira original da HBO5 minutos

Primeira série brasileira original da HBO, ‘Os Ausentes’ estreou em julho. E o Otageek foi convidado a participar e conhecer um pouco mais sobre o desenvolvimento do primeiro trabalho nacional do serviço de streaming.

Capa de os ausentes com Erom Cordeiro e Maria Flor ´otageek

A coletiva de imprensa, que aconteceu virtualmente, contou com a presença dos atores Maria Flor, Erom Cordeiro, Flávia Garrafa e Augusto Madeira, do criador da série Thiago Luciano, da diretora geral Caroline Fioratti, do diretor Raoni Rodrigues e das produtoras Mara Lobão e Silvia Fu Elias.

Durante a coletiva, o roteirista Thiago Luciano falou sobre suas pesquisas e os casos em que se baseou, além de comparar o tema retratado com a realidade dos casos de desaparecimentos no Brasil:

“Infelizmente, os casos nunca acabam. Esse tema sempre me pegava muito pesado. Como que uma pessoa que perdeu alguém consegue viver com um ponto de interrogação gigante nas costas? É complexo, é triste. Muitas vezes, enquanto escrevia os episódios, pegava-me chorando. A série, então, é um abraço aos menos favorecidos”.

E também contou um pouco sobre o processo de desenvolvimento de cada episódio, destacando principalmente a cidade que foi o palco principal da série:

“Em São Paulo, duas pessoas desaparecem a cada hora. Foi uma luta para chegar nessas histórias diárias. Eu escrevia e série e chorava em casa algumas vezes. Mas foi delicioso.”

Coletiva de imprensa com os participantes citados

Caroline Fioratti também falou sobre o processo de desenvolvimento e os desafios de trabalhar com uma temática tão real:

Foi um desafio imenso e maravilhoso mergulhar nesse universo que retrata São Paulo e seus submundos tão distintos (…) Cada episódio explora um espaço diferente seu, com personagens, um procedural que envolveu muita pesquisa e um número gigantesco de atores talentosos. O importante pra mim é sempre a mensagem que estamos passando para colaborar com a sociedade que aspiramos construir”, afirmou a diretora.

A diretora-geral Fioratti ainda ressaltou a importância de trazer a unidade da equipe, considerando o fluxo de atores e que cada história foi contada a partir de um espaço da cidade. Mas a liga para conseguir construir essa trajetória foi, principalmente, as histórias:

A alma da série são os personagens, que formam uma família. Eles procuram um lugar no mundo e acabam encontrando na agência Ausentes. Para construir o show, foi um processo longo, com anos de trabalho e finalização à distância, por conta da pandemia. Mas o resultado final ficou incrível. É possível ir do riso ao choro no mesmo episódio.”

Erom Cordeiro em os ausentes - otageek

Erom Cordeiro, protagonista de ‘Os Ausentes’, comentou que teve um longo período de preparação antes de começar as gravações e entrar no papel:

O Raul é um cara atormentado por uma tragédia pessoal e que no seu trabalho tenta também se curar”, opinou. 

E ainda reforçou que os casos de desaparecimentos na vida real se conectam com os episódios e com o próprio sentimento vivido pelo seu personagem:

Quando alguém não consegue pelo sistema, o desespero faz com que essa pessoa procure pelo Raul. E ele, tendo o caso da filha dele, consegue se conectar com a dor das pessoas. Existe afetividade” contou o protagonista.

Maria Flor em os ausentes - otageek

De acordo com Maria Flor, que vive uma das protagonistas, a produção aborda um tema pesado, mas admite que a sua personagem e enredo, apesar de serem “pesados”, também são “cativantes”:

Vários momentos da série a gente tinha que se aproximar de sensações e sentimentos por conta de pessoas que estavam perdendo seus entes queridos. Fizemos cenas que considero muito tocantes pra mim. E me envolvi porque é muito real. Crianças desaparecem no Brasil (…), e [infelizmente] essas coisas acontecem”, acrescentou ela.

A atriz também exaltou o trabalho feito por Caroline e a potência das mulheres em séries de ação.

“Ter uma mulher fazendo esse tipo de série é um enorme acerto. Traz uma humanidade que é muito diferente. Séries como essa geralmente são dirigidas por homens, mas temos essa diretora-geral que é uma mulher e essa é uma série sobre conflitos humanos, mas ela também tem humor, ação. Quem assistir até o final não vai se decepcionar” enfatiza a atriz.

capa oficial de os ausentes - otageek

‘Os Ausentes’ conta com 10 episódios de 45 minutos cada e um caso diferente a cada um deles. A produção está disponível exclusivamente no serviço de streaming da HBO desde julho deste ano.

Leia também:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Rafaella Moura
Artigos: 36
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários