Crítica | The Dungeon of Naheulbeuk: The Amulet of Chaos6 minutos

Repleto de bom humor, referências e muitos orcs, The Dungeon of Naheulbeuk: The Amulet of Chaos é um jogo de RPG de turno inspirado em D&D que vai te fazer rir por um bom tempo. Os personagens se odeiam, mas precisam viver juntos para sobreviver à experiência mais estranha como aventureiros de sua existência e, principalmente, da sua.

Durante muito tempo, vários jogos de RPG de turno foram aparecendo, e muitos deles eram, infelizmente, mais do mesmo. A formula é boa e funciona bem, porém, muitos pecavam em um combate clichê sem nenhuma novidade ou uma história monótona e sem nenhum brilho. Todavia, a Artefacts Studio, junto da publisher Dear Villagers, lançaram o jogo The Dungeon of Naheulbeuk: The Amulet of Chaos.

O jogo baseado no quadrinho e no audiodrama francês de mesmo nome é uma fiel e divertida adaptação, sendo uma sátira dos jogos de RPG dos últimos anos. E como o nome do jogo é bem sugestivo, a história se passa em uma masmorra chamada Naheulbeuk, onde sete personagens tentam se aventurar atrás de uma estátua. E todos eles estão presos até consegui-la.

Seis aventureiros e um… ogro?

Os 7 aventureiros do jogo The Dungeon of Naheulbeuk
Os nossos sete aventureiros formam uma equipe não tão comum.

Não fique pensando que seu grupo será feito de sete grandes guerreiros, já honrados em incontáveis batalhas. Na verdade, eles são aventureiros iniciantes e muitos tremem apenas ao pensar em uma batalha. No seu grupo, você tem o Ranger, a Maga, o Ogro (amizade estranha, a gente sabe), o Anão, a Elfa (que odeia o anão… óbvio, né?), o Bárbaro e o Ladrão. Eles não têm escolha e se juntam para sobreviver até a saída da masmorra… ou tentar, ao menos.

Todos eles possuem habilidades únicas, alguns dentro do combate, outros fora dele. O Ladrão, por exemplo, pode encontrar armadilhas dentro e fora do combate e desarmá-las. Já o Ranger é o capitão da equipe e consegue levantar a moral de seus aliados. Ogro, por sua vez, é um armário no combate, leva todos os equipamentos de todo mundo e ainda derruba portas durante a exploração. E a Elfa pode passar em lugares pequenos e falar mal do Anão.

Um ótimo combate, mesmo com a RNG não gostando de você

A jogabilidade de Dungeon segue o estilo dos XCOM, porém, com pequenas diferenças que fazem de cada combate um novo quebra-cabeça. O sistema de ataque de oportunidade o faz pensar bem antes de movimentar seu personagem perto de um inimigo. Se seu personagem passar no espaço da frente ou na diagonal quando o inimigo estiver parado, você será atacado ainda que não seja o turno dele. Porém, isso também vale para os nossos inimigos.

Uma das coisas mais importantes do jogo é o posicionamento: poder usar caixas, mesas e outras partes dos cenários para se proteger é uma das suas armas mais importantes para sobreviver. Ademais, mecânicas como ataque por trás e bônus por alguns heróis estarem perto podem salvar o combate.

The Dungeon of Naheulbeuk
O cover é uma das mecânicas mais importantes do jogo. Se você não explorar bem, vai cair.

O jogo tem uma dificuldade elevada. Quem está acostumado com jogos que utilizam RNG (gerador de números aleatórios) sabe que um simples inimigo pode se tornar um pesadelo. Após alguns combates, você vai sentir a necessidade de sempre ter alguém para curar os outros aventureiros, que estão inconscientes e perto de morrer no combate. Porém, a ausência do “permadeath” faz com que você arrisque os personagens sem a tensão de perdê-los permanentemente. “Afinal, ninguém vai ligar se o Anão morrer para 5 orcs” – palavras da Elfa.

Uma sátira de D&D com belos gráficos e trilha sonora divertida

É comum ver como D&D foi um marco dentro do universo de RPG, criando estereótipos de personagens e raças. E o jogo The Dungeon of Naheulbeuk bebe dessa fonte. Ele conta com gráficos ótimos e boa animação e os cenários chamam a atenção nos detalhes, desde uma masmorra até o banheiro onde galinhas de escondem. E ele não tem cutscenes, tudo é feito in-game.

Sem dúvidas, o ponto forte do game é a dublagem. O narrador, por diversas vezes, quebra a quarta parede, narrando a vida dos personagens. Além disso, os diálogos entre eles são divertidos e vão fazê-lo rir por várias vezes durante o jogo. Nem a clássica frase “I used to be an adventurer like you, then I took an arrow in the knee”, do soldado do Skyrim, ficou fora desse jogo, e vem dos lugares menos esperados. Infelizmente, The Dungeon of Naheulbeuk não possui dublagem nem legenda em português.

The Dungeon of Naheulbeuk
As telas de loads do jogo são muito bem feitas. Vale a pena prestar atenção em cada detalhe!

The Dungeon of Naheulbeuk: The Amulet of Chaos é um jogo que diverte mais pela história e os diálogos que pela jogabilidade em si, mesmo com a dificuldade e a RNG, que nem sempre está do seu lado. Ele também tem ótimos gráficos, um trabalho de dublagem excelente e um trabalho de narração muito boa.

Os combates pedem estratégia ou seu grupo será dizimado pelos orcs, aranhas ou qualquer lata velha que apareça no caminho. Se você gosta de jogos de RPG e quer sair um pouco das histórias tensas medievais, além de se divertir enquanto joga, já encontrou o que jogar!

The Dungeon of Naheulbeuk: The Amulet of Chaos esta disponível para PS4, Xbox One, Nintendo Switch, MacOs e PC.

Conteúdo Relacionado:


Ouça nosso último podcast OTGCAST #63 – Viúva Negra – Vamos falar sobre

Eu estou sempre jogando. Temos LIVE toda quarta, sexta e sábado às 22:00 na TWITCH. Após finalizar Middle-Earth Shadow of Mordor, estamos jogando o soulsborne Lords of Fallen. Podem me chamar na PSN também. Abraço pra todo mundo e FUI!

Perfil da PSN e logo do Xbox e Steam
Minha PSN


E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Pedro Hilário
Nerd, gamer, amante de HQs, filmes de terror, colecionador de CDs de bandas que ninguém conhece, barman e Streamer. Prazer, eu sou Hilário.
Artigos: 223
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários