Crítica | Quadrinho “Que se Exploda” na Poc Con 20212 minutos

Esta é uma história que leva o leitor a uma peculiar aventura envolvendo um patinete elétrico roubado por motivos nobres. “Que se Exploda” traz uma grande vontade de saber mais desse universo, mesmo sendo pequeno e fugaz.

Uma menina de pele negra e cabelo escuro interage com o menino de pele branca e cabelo vermelho na capa da HQ "Que se Exploda".
Primeira interação entre U-235 e P-239.

Publicada originalmente na antologia Cápsula, série que possui histórias em quadrinhos experimentais em homenagem a Akira, a história se situa no ano de 2019, na distópica cidade de Neo Tokyo. “Que se Exploda” conta com o cotidiano do cenário urbano belorizontino e traz a dupla U-235 e P-239 em uma aventura sobre o roubo de um patinete elétrico.

Além disso, contém também alguns pontos, como uma personagem nova no meio da história, que podem ser ganchos para uma futura continuação. Mesmo sendo pequena e de rápida leitura, a HQ traz aquela sensação de curiosidade, tanto para se entender qual foi o motivo importante do roubo do patinete quanto para se entender o seu nome. Que se exploda… exatamente o que?

As ilustrações entregam uma vontade de explorar mais o desenho, suas linhas… querer entender cada detalhe, fazendo desse mais um ponto positivo. Também deve-se destacar o vocabulário cheio de gírias e bordões. Juntando o todo, o quadrinho se torna uma ótima distração, pois é bastante divertido e reconfortante.

Você pode ler “Que se Exploda” pela Gibiteca da POC Con!

Leia também:


E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Vitória Lima
Artigos: 13
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários