Crítica | Administre seu Próprio Inferno em Hell Architect4 minutos

Hell Architect é o recente lançamento da Woodland Games, te colocando na administração de um dos círculos do inferno, com todo o sofrimento e burocracias do processo!

Hell Architect é uma irônica proposta do gênero de construção de colônias, misturando os clássicos do estilo com um tempero a mais! Trilhando pelo caminho aberto por Oxygen Not Include (Klei Entertainment), numa jogabilidade 2D, é uma viagem cômica ao centro da Terra, com missões recebidas do próprio pata-rachada.

No jogo, você administra um dos círculos do inferno, gerenciando os pecadores e como irão sofrer em seu departamento. Além disso, o sofrimento dos seus pecadores é um dos principais recursos que movimentam a economia demoníaca de sua colônia.

Como você vai atingir sua meta (de punição)?

Capa artística do jogo com pessoas correndo em agonia no inferno - OtaGeek
Qual dor será mais lucrativa?

De Boas Intenções o Inferno Está Cheio em Hell Architect!

Primeiramente, um dos diferenciais do jogo é sua releitura do tema dantiano sobre o inferno. Sua mão-de-obra são pessoas que cometeram um dos sete pecados originais, presas nessa eterna corporação.

O jogador tem a possibilidade de construir um rol de instrumentos de tortura que têm inspirações históricas, como a dama de ferro, mas também sofrimentos modernos, como… cortar cebola.

Em contraste com outros construtores de colônias, em que você dá bem-estar para seus colonistas, em Hell Architect o principal produto é o sofrimento de seus pecadores. Aliás, o jogo tem conteúdos gráficos, com presença de sangue e nudez.

Da mesma forma, é uma proposta trabalhada também por Ruinarch (Maccima Games), em que seu objetivo é causar a destruição e discórdia de um vilarejo até sua destruição completa. Então, segue essas novas ideias de te colocar na posição do vilão!

Mulher correndo em meio ao fogo na colônia - OtaGeek
Burn, Baby, Burn!

Manual do Empreendedor Satânico

A jogabilidade de Hell Architect não oferece muitas novidades em relação ao gênero, sendo uma proposta bem acessível e fiel de construtor de colônias. Por isso, uma jogadora de Simtower, Project Highrise (SomaSim) não tem problemas para aprender os principais controles e dinâmicas do jogo.

O jogo também conta com a possibilidade de um final aberto e de missões nas quais você vai conhecer os outros funcionários do inferno e as vontades do Belzebu. Entretanto, os colonistas ainda possuem alguns problemas de pathfinding que criam gargalos na jogabilidade. Isso dificulta o jogo por conta de um microgerenciamento que não faz sentido com a proposta, que não parece ser de uma jogabilidade mais hardcore, apesar disso.

Um Lindo Inferno em Hell Architect

A perspectiva do jogo é um corte horizontal, visualização já consolidada por clássicos como SimTower (OPeNBooK Co.) e por sua própria inspiração direta, Oxygen Not Included.

Visualização de uma colônia, com os menus principais de Hell Architect - OtaGeek
Por trás dos lucros, trabalho duro no inferno.

Além disso, possui um estilo cartoon, que adiciona em muito na ironia desse inferno corporativista. Os instrumentos de tortura chegam a ficar “fofos” com esse estilo – uma experiência no mínimo peculiar.

Assim, todo esse tema escatológico e de torturas sanguinolentas por uma animação fofa faz lembrar do gore Happy Tree Friends, de onde talvez chegue grande parte da ironia e do sarcasmo do jogo.

Concluindo: Um Simulador de Colônias Cômico

Por fim, o conceito do jogo é num geral muito bem executado. Com isso, é escatológico na medida, contendo ironias bem utilizadas e atuais. Hell Architect consegue usar as punições do cristianismo de uma forma inteligente e divertida.

Inclusive, transita de forma interessante por questões morais. Sua escolha de quem vai para o inferno a partir dos pecados capitais originais, e não de leituras lgbtfóbicas, por exemplo, oferece um contraponto interessante às religiosidades de hoje em dia.

Seu flerte com jargões corporativistas dão um ar atual e ao mesmo tempo próximo até demais para nossa realidade. Enfim, pergunto até onde vai essa mistura entre empreendedorismo e… o inferno!

Confira o trailer:

Leia Mais:


E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Igor Marques
Artigos: 7
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários