Sen Çal Kapımı – Você Bate na Minha Porta | Conheça a Série Turca de Sucesso10 minutos

Sen Çal Kapımı pode ser definida como uma série que bateu em nossas portas e entrou com extrema facilidade no coração de muita gente.

Sen Çal Kapımı, cujo nome traduzido para o português é “Você Bate na Minha Porta”, é uma série turca produzida pela emissora FOX TV e que teve a sua estreia em 8 de julho de 2020. Desde o início, a dizi (como são chamadas as séries turcas) tem causado grande impacto não apenas na Turquia, como também no Brasil e em toda América Latina.

Eda Yıldiz (Hande Erçel) e Serkan Bolat (Kerem Bürsin).

A série reúne fãs que assistem aos episódios semanais ao vivo e sem legenda e, além disso, fazem questão de subir tags, chegando a bater até mesmo 5 milhões de tweets simultâneos.

E antes de começar a ler a resenha: tome cuidado, pois contém spoiler!

Sinopse de Sen Çal Kapımı – Você Bate na Minha Porta

A comédia romântica gira em torno dos conflitos entre a jovem estudante de arquitetura paisagística Eda Yıldiz (Hande Erçel) e o arrogante Serkan Bolat (Kerem Bürsin). Eda é muito dedicada aos estudos e almeja conseguir uma bolsa no exterior, no entanto, a sua oportunidade acaba sendo perdida devido à interferência de Serkan, o qual, ao ser confrontado pela garota, lança uma proposta: que Eda seja sua noiva por dois meses em troca de uma bolsa de estudos.

A princípio, Eda nega a proposta, porém, a sua situação se complica e, tendo seu sonho ameaçado, ela acaba aceitando a proposta de um homem que passou a odiar. Uma relação somente de aparências abre caminho para uma aventura apaixonante, a qual mudará os sentimentos de Eda e Serkan. Os dois aprenderão que o amor não é fácil, mas é um sentimento incrível.

Confira o trailer da série:

Sobre a 1° Temporada

Eda e Serkan protagonizando, logo no primeiro episódio, uma das melhores cenas de toda a série.

Eda Yldiz é uma das personagens mais fortes e empoderadas que já passaram pelas dizis de comédia romântica da Turquia. Normalmente, é comum as produções da Turquia menosprezarem e ridicularizarem, no início da trama, a protagonista, para criar um ar de comédia e até mesmo de ingenuidade na personagem, mas com Eda não é assim.

Ela pode ser jovem e não ter concluído seus estudos, mas sabe o seu valor e o tempo todo se coloca na posição de alguém que não vai aceitar ser diminuída apenas por ser uma “florista” e não ter um status social relevante.

A personagem sabe e tem consciência de que ela não é menos que o Serkan, apesar de ser, a princípio, apenas uma funcionária dele. Ainda que ela apresente defeitos, a personalidade impulsiva e firme de Eda conquista a todos e faz com que os fãs passem todos os panos possíveis, pois ela merece!

Além de tudo, Eda tem o melhor squad de todos: Melo, Fifi e Ceren. A personalidade das quatro se complementa e os momentos em que elas aparecem juntas, apoiando-se e divertindo-se, são alguns dos melhores.

Agora, sobre o Serkan Bolat: o personagem com maior desenvolvimento e mais bem construído da série. É visível sua evolução, principalmente devido à sua natureza mais complexa e altamente traumática. E fica o elogio para o ator Kerem Bursin, pois o personagem se transforma de tal maneira, que chega a parecer outro. Suas feições, expressões, postura, reações, comportamento… tudo muda, porém, mantendo (nem sempre) a essência do personagem.

O Serkan é um personagem que pode causar altas doses de irritação e gerar vontade de estrangulamento, mas conforme o público entende o seu ponto de vista, suas motivações e seu passado, as coisas vão sendo esclarecidas e compreendidas.

Sen Çal Kapımı apresenta um roteiro poético e cheio de detalhes. A construção criada pela roteirista Ayşe Kutlu chega a ser impecável. A autora traz historias mitológicas, como um conto sobre Apolo, que refletem na trama de seus personagens, além de inserir referências do livro “O Pequeno Príncipe” no enredo de forma tão delicada que não tem como o telespectador não se encantar.

A construção do relacionamento entre Eda e Serkan envolve a todos no enredo e faz com que o público inteiro se apaixone e torça com todas as forças pelo casal. A química entre os atores foi tanta que chegou até mesmo a ultrapassar as telas e, hoje, Hande Erçel e Kerem Bürsin são um casal na vida real.

Sen Çal Kapımı entrega absolutamente tudo quando se fala de roteiro e coerência, até chegar ao episódio 12. Após isso, a série passou por altos e baixos (mais baixos do que altos), o que serviu apenas para mostrar uma coisa: os fãs foram resilientes para continuar assistindo.

Com a troca de roteiristas desenfreada pela tentativa de melhorar a audiência, a série foi aos poucos se perdendo em relação à personalidade dos personagens, enredo e símbolos significativos, que para os fãs eram especiais e acabaram sendo tratados com desleixo e pouco caso.

A série traz todos os plots possíveis para o enredo: inimigos que se apaixonam, noivado falso, relacionamento por contrato, relação chefe e funcionária, acidente e consequentemente perda de memória… tem enredo para todos os gostos!

Mas apesar de tudo o que os fãs sofreram e reclamaram, a série foi renovada e voltou com uma segunda temporada.

Sobre a 2° Temporada

Kerem Bürsin e Hande Erçel.

A segunda temporada já está prestes a ser concluída (no momento em que essa resenha está sendo escrita) e, com a volta do roteirista original, Ayşe Kutlu, os fãs conseguiram a oportunidade de ter de volta os seus personagens favoritos em sua essência.

Alguns personagens muito amados foram embora (e muito odiados também) e, com um novo elenco, a história foi reconstruída. Dessa vez, tivemos uma passagem de tempo e os protagonistas ficaram 5 anos afastados.

Novamente: alerta de spoiler!

Nessa nova temporada, temos uma das melhores escolhas para o elenco e que trouxe consigo todo o encanto e empolgação de volta para a dizi: Kiraz Yldiz Bolat (Maya Başol). Com os acontecimentos finais da primeira temporada e após passar por alguns anos difíceis ao lado de Serkan, Eda parte para a Itália e, enquanto está lá, descobre a gravidez da nossa cerejinha (Kiraz significa cereja).

Confira o trailer da segunda temporada:

Descobrir o que aconteceu no relacionamento de Eda e Serkan, para que tudo chegasse ao extremo que chegou, foi difícil e o fandom segue questionando: não era para ser uma romcom levinha? A princípio sim, porém, já prepare o coração pois serão fortes emoções.

Não existem dúvidas de que o melhor enredo dessa segunda temporada é a construção do relacionamento pai e filha entre Kiraz e Serkan. Os atores Maya e Kerem construíram uma relação forte e de confiança por trás das câmeras e isso reflete de forma clara nas cenas entre ambos.

Já o relacionamento entre Eda e Serkan mostra que as feridas do passado ainda estão abertas, porém, é possível ver o amadurecimento dos personagens a partir do momento em que eles sentam e conversam sobre o que aconteceu.

A construção do roteiro da Ayse deixa claro que Eda tinha suas razões para ir embora e para esconder a filha, já que o Serkan deu motivos para isso, porém, ela equilibra a situação para que o Serkan não seja também o vilão da história.

Os motivos de ambos são compreensíveis e tudo se encaixa na história de forma muito bem amarrada. Para os fãs, fica a indignação pelo personagem do Serkan ter perdido tantos anos da vida da própria filha, mas fica também a empatia pela Eda, que fez o que acreditou ser o correto na época.

Os dois erraram e, por isso, é fácil ficar com raiva da Eda ou do Serkan e não concordar com suas atitudes, mas o enredo traz justificativas plausíveis para que a raiva pelos personagens não dure muito tempo.

Os enredos dos personagens secundários, nessa segunda temporada, pelo menos, tornaram-se um pouco mais interessantes, pois envolvem, de certa forma, os protagonistas. O único erro que a segunda temporada carrega consigo é o personagem Buba, que ninguém suporta e não tem carisma o suficiente para conquistar o público.

Esse personagem seria destinado para ser o par romântico de Melo e leva todos a pensar: por que não deixaram o segurança da avó de Eda na série para cumprir com esse propósito?

Serkan Bolat (Kerem Bürsin), Kiraz Yldiz Bolat (Maya Başol) e Eda Yıldiz (Hande Erçel).

Essa segunda temporada entregou tudo o que os fãs sempre pediram: cenas de EdSer domésticos; Serkan pai de menina; após tantas lutas e tantas derrotas, finalmente a Eda Bolat; a série ser finalizada com sucesso, e não cancelada com um final apressado.

Após mais de um ano em exibição, Sen Çal Kapımı chega ao fim como uma série de sucesso internacional, com milhares de fãs dedicados e um cast que entregou o melhor trabalho de todos.

Aos que ainda não começaram, preparem-se para dar muita risada, passar muita raiva e chorar com o tanto de coisa que pode dar errado de um episódio para o outro, mas tenham convicção de que essa é uma dizi que vale a pena!

Sen Çal Kapımı bateu em nossas portas e entrou com extrema facilidade no coração de muita gente. Com certeza, vai embora deixando o seu legado.

Leia também:

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Beatriz Cintra
Olá galera! Meu nome é Beatriz, sou estudante de jornalismo e completamente apaixonada por livros. Uma twitteira assídua que chora por Harry Potter até hoje.
Artigos: 63
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários