Resenha | Sal – Um romance de Tessa Reis4 minutos

O livro Sal é uma leitura cheia de sensações maravilhosas, escrita impecável, todos os personagens muito bem construídos e cenários que deixam a imaginação nos levar até lá.

A autora tem vários outros livros publicados na Amazon e em seu site, mas esse, com certeza, é o meu favorito. E se pudesse ser definido em uma palavra, seria liberdade. Tessa Reis é hoje uma das referências de romances lésbicos no Brasil.

“A cura para todas as coisas é água salgada: suor, lágrimas ou água do mar”

Sal conta a história de Ali e Rafaela, que se conhecem por um aplicativo de relacionamentos: os primeiros momentos entre as duas ocorrem de forma virtual, sem trocas de fotos, apenas deixando imagens misteriosas que as simbolizassem de alguma maneira.

Rafaela está em um relacionamento hétero que todos consideram o melhor para ela e acaba não se assumindo de uma vez por conta da família, mais especificamente sua mãe, que é um caso a parte. Já Ali é uma mulher do mundo, que ama surfar em ondas perigosas, mas quando conhece Rafaela Iglesias, seu mundo parece parar nela.

Capa do livro Sal mostrando mulheres em uma praia
Sal – Tessa Reis.

Duas mulheres com histórias de vida bastante diferentes, mas ambas fortes demais para ir longe por um amor

Foi um livro lidos aos poucos, em doses homeopáticas, uma história tão perfeita que me faz chorar, sorrir, gritar… Tessa tem uma escrita diferente, que parece ter mágica. Ela aborda outros personagens e seus pontos de vista no livro e o mais impressionante é a capacidade de transitar entre um ponto de vista e outro sem quebrar a cena.

Aranxta, irmã de Rafaela, não pode ser esquecida. Em primeiro lugar, foi a personagem que roubou a cena nesse livro. Eu chuto dizer que ela foi tão protagonista quanto Ali e Rafaela, ao ponto de me pegar às três da manhã acordando a casa com uma cena catártica. Aranxta foi o auge, a melhor cena que Tessa já escreveu tranquilamente.

“De repente, era como se só houvesse elas duas em paz dentro do caos.”

Sal – Tessa Reis

Ali e Rafaela saem em uma jornada de descobertas e se entregam ao sentimento que vem consumindo as duas, e por muitas vezes você começa a acreditar que aquelas personagens são reais de tão profundas.

A autora levanta questionamentos muito importantes dentro da história. A aceitação de Rafaela com ela mesma e por parte de sua família gira o enredo. Sua mãe é uma controladora nata: Rafaela e Aranxta são as filhas que nunca se encaixam no seu padrão de perfeição e Lara, sua outra irmã, também passa por momentos incríveis na história.

Leia também:

Representatividade

A cada página lida, é um choque. Todas as personagens dessa história trazem uma carga de representatividade para a comunidade LGBTQI+ incrível. A forma como a Tessa coloca isso no livro é leve, apaixonante e bonita.

Ali é uma mulher que levantou barreiras ao seu redor depois de todos os tsunamis que quase a levaram ao fim, mas se ergueu e mostrou que para todo fim tem um recomeço. Rafaela era o seu recomeço, e Ali a guiou no caminho de sua liberdade.

Esse livro é uma montanha de sentimentos, mas que te faz terminar a leitura sorrindo e com vontade de continuar acompanhando essas personagens incríveis.

Leia também:

Para acompanhar essa e outras histórias, utilize nossos links da Amazon abaixo e nos ajude a continuar produzindo jornalismo cultural de credibilidade!

Sinopse: Rafaela Iglesias vive uma vida que não é a sua… Mora em uma bela casa onde é apenas uma hóspede, tem um ótimo emprego do qual detesta, um relacionamento estável que é bom para todos, menos para ela. Com a certeza de ser gay, nunca teve coragem para caminhar por um novo conceito de vida. Sobrevivente de uma tentativa frustrada de mudança há dois anos, em busca de uma afirmação que até pouco tempo parecia ser algo impossível, Rafa acaba se esbarrando em Ali Zamora, a bela surfista de ondas misteriosas que a convida a entrar em seu jipe clássico e partir em uma viagem do interior de Santa Catarina até a linda e paradisíaca Jericoacoara. Livre, atraente e ilícita de tão alucinante, Ali traz mistérios, dificuldades e uma paixão impossível de ser contida. Entre segredos, momentos e loucuras, Rafaela descobrirá uma versão sua que surpreenderá até ela mesma.


E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Raissa Sara
Eterna amante da literatura
Artigos: 9
Se inscrever
Notificar de
guest
8 Comentários
Mais velho
Mais novo Mais votado
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Isis (Alguém)

Esses autoras boas e existe Tessa Reis, que ultrapassa o limite da perfeição. Existe livros bons e existe Sal, que ultrapassa o limite sa perfeição

Laura Emanoella

A tessa é sem igual sem dúvida..amo a forma como ela hipnotiza com as palavras
Sal foi o segundo livro q li dela ..Aranxt..aquela danada roubou meu coração kkkkk ..

Editado por último 19 dias atrás por otageekAdmin
Carol alves

Se a cura pra todas as coisas é água salgada,Ler Tessa reis é a cura pra toda todos os males,Não tem como não se apaixonar,principalmente por Sal ,uma história linda de amor,superação aceitação.Com personagens tão intensas e apaixonantes.

Estefany Flor Francisco

Sinceramente Sal é um livro de muitas descobertas e redescobertas. Você se apaixona pelas protagonistas, mas também pelas outras personagens. É um livro lindo de recomeços.
Queria o valor da gasolina mais barata pra fazer uma viagem igual as moças maravilhosas desse livro.

Ana Cunha

Coisa linda dá vontade de correr pra ler

Maíra Lima

Resenha linda de sal! Amo demais esse livro e volta e meia me pego tendo vontade de ler de novo e de novo… como se fosse um chamado! Os outros livros são tão apaixonantes quanto! 🥰

Letícia Mendonça

Esse livro é tudo pra mim ❤️❤️❤️ incrível

Ana L Pereira

Belíssima resenha, nos incentiva a ler o livro…

Acompanhe o Otageek nas redes sociais

pt Português
X