Crítica Sem Spoilers | Pit Stop, a nova sitcom da Netflix4 minutos

Contando o cotidiano de uma equipe de NASCAR, a sitcom Pit Stop, produzida pela Netflix, faz você rir com situações mais que inusitadas sem precisar entender nada de carros ou NASCAR. Então sente no sofá, faça sua pipoca e assista Pit Stop sem medo.

Quando a gente escuta falar no comediante Kevin James, na hora lembramos da série “O rei do Queens” ou dos filmes “Segurança de Shopping” e “Gente Grande”. Porém, a Netflix resolveu apostar em algo diferente, chamando Kevin James para assumir o papel de Kevin Gibson, chefe da equipe de NASCAR Bobby Spencer Racing em Pit Stop.

Criado pelo Jeff Lowell, conhecido pelo sitcom “O Rancho” e por ser o showrunner de “Dois Homens e Meio”, e dirigido por Andy Fickman, de “Segurança de Shopping 2”, a série acompanha os bastidores de uma equipe de NASCAR (um tipo de corrida) comandada por Kevin Gibson, quando o dono da equipe resolve passá-la para sua filha, Catherine Spencer (Jillian Mueller).

Kevin e sua equipe não conseguem se adaptar bem a todas as mudanças constantes da nova chefe, mantendo um contundente medo de se tornarem obsoletos e serem demitidos.

Elenco da série Pit Stop
Aniversário de 70 anos do Bobby Spencer, dono da equipe de NASCAR.

Eu vi muitas pessoas perguntando: “Para assistir Pit Stop, eu preciso entender de NASCAR?”, e a resposta é NÃO! A série aborda com bom humor os problemas de uma equipe, a convivência entre amigos que amam o que fazem e, principalmente, como a mudança do dono de uma empresa e sua visão diferente pode causar insegurança na equipe.

A equipe do Bobby Spencer Racing é composta por muitos rostos conhecidos, como o Kevin James dando vida ao chefe da equipe, Kevin James, o solteirão que passou dos 40 e vive apenas para o trabalho. Sarah Stiles, por sua vez, é Beth Paige, melhor amiga de Kevin e gerente da equipe. Já a atriz Jillian Muellerm interpreta a filha de Booby Spencer (Bruce McGill) e nova CEO da Bobby Spencer Racing, Catherine Spencer.

Na garagem, temos Amir Lajani (Dan Ahdoot) e Chuck Stubbs (Gary Anthony Williams) como engenheiro-chefe e mecânico-chefe, responsáveis pela melhora e, como diria Chuck: “fazer o carro andar”. E o piloto da equipe é um rostinho já muito conhecido, direto de Harry Potter: Freddie Stroma interpreta o Jake Martin, piloto “não muito inteligente” da equipe.

Equipe da Bobby Spencer Racing
Equipe de NASCAR Bobby Spencer Racing.

A sitcom Pit Stop acompanha o cotidiano da equipe e revela vários momentos hilários e inusitados, a aceitação da nova chefe, a saída de Bobby e decisões de Catherine que vão deixar todo mundo com medo de ser demitido. E mesmo carregando alguns personagens estereotipados, a série conseguiu entregar em 10 episódios boas risadas, uma história com reviravoltas e um gancho para uma possível segunda temporada.

Por ser uma série pequena, às vezes a noção de tempo pode parecer um pouco corrida, mas cada episódio vem abarrotado de piadas e acontecimentos aos quais você acaba prestando atenção e não sobra muito tempo de viajar em outras coisas. Ela tem alguns cenários centrais, como a garagem da equipe, a sala da Catherine, a sala do Kevin e o bar Pit Stop, onde eles se encontram depois do trabalho.

Leia também:

Entretanto, vamos à pergunta final, Pit Stop vale a pena?

Como toda sitcom, Pit Stop bebeu da mesma fonte: episódios curtos, piadas rápidas e um humor algumas vezes um pouco ácido, mas nada ofensivo, aproveitando dos estereótipos dos personagens: o piloto bonito e “desprovido de inteligência”, o workaholic que não tem tempo pra ter um relacionamento e o cara inseguro com medo de ser rejeitado por todo mundo.

Jeff Lowel soube muito bem como explorar cada personagem e seus atores, fazendo uma comédia divertida, leve e que tem tudo para ganhar uma segunda temporada. Então, se você não assistiu Pit Stop, corre que já está na Netflix.

Na dúvida, assista o trailer comigo. Você vai ver que vale a pena!


Aproveite também e compre pela Amazon. Dê aquela moral pra gente comprando pelos nossos links!

Ouça nosso último podcast OTGCAST #57 WandaVision – Vamos falar sobre



E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Pedro Hilário
Nerd, gamer, amante de HQs, filmes de terror, colecionador de CDs de bandas que ninguém conhece, barman e Streamer. Prazer, eu sou Hilário.
Artigos: 80
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

Acompanhe o Otageek nas redes sociais

pt Português
X