7 motivos para assistir WandaVision da Marvel7 minutos

Se você vive numa caverna e ainda não ouviu falar de WandaVision (ou até mesmo se já ouviu, mas não entrou no hype), essa lista é para você!

Depois de fazer muita gente se sentir órfão com o fim da saga Vingadores, a Marvel anunciou seu projeto de expansão do Universo Cinemático da Marvel (UCM) e, com ele, WandaVision.

De início, a proposta parecia um tanto quanto enevoada e muita gente ficou na dúvida sobre o que aconteceria, no entanto, quase chegando ao final de sua primeira temporada, a série já acumula uma horda de fãs.

Wanda e Visão, personagens principais de WandaVision
Apenas mais um casal suburbano.

Sinopse pela Disney+:

WandaVision, da Marvel Studios, mistura o estilo das sitcoms clássicas com o Universo Cinematográfico da Marvel, e acompanha Wanda Maximoff e o Visão, dois super-seres vivendo uma vida ideal no subúrbio, começando a suspeitar que nem tudo é o que parece.”

E agora vamos à lista de porque você deve assistir WandaVison:

1 – Roteiro bem estruturado

Logo de cara, a maioria das pessoas diz que o início da série é arrastado e nada acontece. Justo, mas, na verdade, o diretor Matt Shakman vai construindo o enredo com calma, ao mesmo tempo em que vai adicionando camadas e colocando aquela pulga atrás da orelha no público. E se você não tem um profundo conhecimento dos poderes de Wanda, mais curioso vai ficar.

Com o decorrer da trama, algumas respostas vão sendo dadas e outros mistérios são plantados. O mais interessante é que um episódio não termina sem que você fique ansioso para entender o que vem a seguir e comece a contar os dias.

A construção cadenciada vai mexendo com a gente e deixar de teorizar ou discutir o que vem por aí é quase impossível. O roteiro é de encher os olhos, mesclando drama e comédia sem esquecer daquele gostinho de UCM que arrastou hordas de fãs para os cinemas.

Agora, todos somos levados a uma nova camada, repleta de novidades e, sim, muita audácia!

2 – Atuações e elenco afiados

Não é só o casal de protagonistas, Elizabeth Olsen e Paul Bettany, que entregam excelentes atuações, mas o elenco inteiro demonstra estar afiadíssimo. Claro, o maior destaque com certeza vai para a nossa já conhecida Wanda, que constrói cada camada de trauma e desejo com maestria, embora nem mesmo os figurantes fiquem longe disso. 

Para além de demonstrar atuações convincentes e bem construídas, todo o elenco está completamente entrosado e avança nas variações de época de forma brilhante. Vale frisar que o processo de adaptar o estilo de atuação para atender a estilos diferentes (dos anos 60/70 até as referências mais atuais) não é tarefa fácil. Mas sim, todos conseguem.

E eu só não começo a exemplificar porque eu não quero dar mais spoilers e roubar momentos preciosos de você.

Wanda deixando a realidade colorida em WandaVision
Já falei que a série tem efeitos muito bem trabalhados?

3 – Expansão do UCM

Se quando os créditos subiram ao final de “Vingadores: Ultimato” (2019) você chegou a pensar que ficaria órfão, estava redondamente enganado! E WandaVision é o pontapé inicial para essa nova fase do UCM, abrindo a possibilidade de inserção de diversos outros heróis, uma “rampa” para os X-Men e a construção dos Novos Vingadores.

Ah, e isso tudo sem falar sobre como a construção dessa série foge do já conhecido padrão de filmes e séries de herói, ao passo que inova no campo e dá aquele gostinho de “era o que estava faltando”. O céu é o limite agora, marvetes!

4 – Referências + fotografia “adaptável”

Toda a série é construída em cima de referências a sitcons e coletá-las é algo muito prazeroso. Se você cresceu nos anos 90/2000 ou é um amante da cultura pop, a série vai te deixar com pura nostalgia.

Começando com “A Feiticeira” (1964-1972) e passando por “Malcolm in the Middle” (2000-2006) até desembocar em Modern Family (2009-atual), WandaVision bebe de todas essas fontes — e faz um uso incrível delas.

Além disso, ver como a fotografia muda completamente de acordo com a sitcom-referência é interessantíssimo e obriga a gente a pensar “caramba, Wanda, que realidade é essa?”.

Gif passando pelos diversos cenários da série
Dorme que amanhã é outra realidade.

5 – Easter eggs

Seja na abertura de um episódio dando aquela cutucada no nosso imaginário ou num determinado figurino que deixa a gente de olho nos próximos passos, WandaVision entrega mais do que muitos esperavam.

A série usa muito fortemente os easter eggs, alguns facilmente perceptíveis, outros que exigem um pouco mais do telespectador.

No fim das contas, esse é mais um prato cheio que alimenta teorias da conspiração, mexe (e muito) com a nossa curiosidade e funciona direitinho como um gancho. Afinal, se tem uma coisa que ficou claro é que a gente nunca sabe o que esperar antes que a realidade seja totalmente alterada.

6 – Teorias (e surtos coletivos)

Como eu disse anteriormente, as teorias não perdem espaço: muito pelo contrário, elas só ganham! Seja fazendo conexões sobre o passado de alguns personagens, questionando-se sobre “o que é que tá acontecendo?” ou simplesmente tentando entender, aparentemente, os aleatórios comerciais que são passados nos episódios.

É claro que, se o tópico são teorias, não pode faltar muita pesquisa para sustentar sua ideia. Nem dá para esquecer sobre todos os momentos de “cabeça explodindo” quando um rumor se prova real ou quando você vê algo que não esperava (acontece um bocadinho) bem diante dos seus olhos.

7 – Produção de alto padrão

Caso a essa altura seu receio seja que WandaVision acabe sendo uma produção que decai do “padrão Marvel”, você se engana completamente. Isso porque a equipe não poupa esforços (ou orçamento) para entregar um produto que se assemelhe, em qualidade, aos filmes que vieram anteriormente.

Os efeitos visuais são incríveis, a pós-produção é cuidadosa e é perceptível que WandaVision não perde em nada para os seus antecessores. No fim das contas, a sensação é de que estamos, semana a semana, vendo partes de um filme da Marvel.

Se você é da galera que adora teorizar e debater, WandaVision vai mexer (e muito) com você! A série pode ser assistida através do serviço de streaming Disney+.

E aí, te convenci? Me conta aqui nos comentários. A Vera Fischer aprova!

Vera Fischer vestida de Wanda
Gente, até a Vera Fischer se envolveu nesse rolê.

Continue Lendo:

E para comprar produtos da Feiticeira Escarlate na Amazon, utilize nossos links abaixo e nos incentive a continuar produzindo Jornalismo Cultural de Credibilidade! O OtaGeek recebe uma pequena comissão que ajuda a custear as manutenções do site e a trazer cada vez mais melhorias para o projeto!

E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Rafael Urpia
Jornalista baiano em formação, descubro o mundo e navego do geek ao místico (passando por um bom kpop) por puro prazer!
Artigos: 27
Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais velho
Mais novo Mais votado
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Carla

Vou ser obrigada a tentar ver mais uma vez essa série. As 7 dicas me convenceram!

Editado por último 9 meses atrás por Carla