Hataraku Saibou Black – Cells at Work | Primeiras impressões4 minutos

Mesmo sendo um spin-off, a obra carrega um carisma próprio, passando todo impacto mental de estar sob a pressão de um organismo problemático.

Hataraku Saibou Black é o spin-off de Hataraku Saibou (Cells at Work em inglês), só que em uma versão mais “pesada”. Essa se passa em um corpo nada saudável, mostrando o lado mais corajoso das tarefas que nossas células executam.

Hataraku Saibou Black anime
Hataraku Saibou Black

Confira também:

Sinopse

”Álcool, fumo e estresse – em um corpo submetido a esses problemas, as células responsáveis ​​por manter a vida parecem travar uma guerra sem fim. Devido a uma grande escassez de trabalhadores, o Red Blood Cell AA2153 precisa aprender rapidamente a fornecer oxigênio e coletar dióxido de carbono, mesmo em condições perigosas. Enquanto isso, White Blood Cell U-1196 tem que fazer sua parte ao lidar com germes e vírus durante situações de risco de vida. Em meio a essas crises, eles têm que trabalhar juntos para manter o corpo saudável, apesar de não saberem se valerá a pena seus sacrifícios.”

As células trabalham pesado

Assim como em Hataraku Saibou (Cells at Work), a história gira em torno do corpo humano mostrando como as células trabalham para manter tudo funcionando perfeitamente. Só que em Hataraku Saibou Black somos apresentados a uma versão bem mais séria, pois o corpo dessa vez não é nada saudável. É um organismo prejudicado por álcool, cigarro, colesterol e estresse.

Mesmo sendo um spin-off, a obra carrega um carisma próprio, uma vez que os personagens conseguem passar muito bem todo o impacto mental de estar sob a pressão desse organismo problemático. E dentre os personagens, Eritrócito, o protagonista, é o que mais demonstra essa pressão. Ele muitas vezes apresenta um dilema sobre se o trabalho dele realmente vai fazer alguma diferença.

Eritrocitos em Hataraku Saibou Black
Eritrócitos em um capilar sanguíneo tomado por gordura saturada

Leia também:

O primeiro episódio estreou recentemente, mas já é possível tirar a conclusão de que a obra vai te entreter e chocar ao mesmo tempo. O anime traz toda aquela dinâmica de mostrar boas cenas de luta entre os neutrófilos e os patógenos e, ao mesmo tempo, introduzir a célula ou o patógeno. Agora também fala um pouco sobre os problemas do corpo, como por exemplo a ação do colesterol nos capilares sanguíneos.

A animação de Hataraku Saibou Black

O anime também se difere de Hataraku Saibou na parte de animação. O traço do anime é mais carregado e mais sombrio, toda a fotografia visual carrega um sentimento bem mais “dark” e o design dos personagens é contextualizado nesse tema mais adulto.

A ambientação do corpo humano doente também está muito criativa, como por exemplo a contextualização dos respiradores dos pulmões sujos de nicotina e a gordura saturada acumulada em montes nas paredes dos capilares.

Pulmões sujos em Hataraku Saibou Black
Pulmões sujos em Hataraku Saibou Black

Pode te interessar:

Vale a pena continuar vendo Hataraku Saibou Black?

Até o momento temos somente o 1º episódio, mas com já é possível ver que vale muito a pena, mesmo sem o tom de comédia da obra original, a obra Black consegue te prender a atenção tanto pelo conflito interno dos personagens quanto a trama do corpo humano doente.

Já assistiu Hataraku Saibou Black? Comente aqui com a gente!

Se interessou em saber mais sobre a obra Hataraku Saibou? A primeira temporada de Cells at Work está disponível na Crunchyroll, aproveite para maratonar!


E se você gostou do nosso conteúdo, apoie-nos através das nossas redes sociais e acompanhe nosso podcast

Facebook RSS Youtube Spotify Twitch


Receba conteúdos exclusivos!

Garantimos que você não irá receber spam!

Compartilhe essa matéria!
Imagem padrão
Norman
Escrevo sobre animes, jogos, séries farofa e jogo uns joguinhos aí na Twitch
Artigos: 50
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

Acompanhe o Otageek nas redes sociais

pt Português
X